A volta dos que não foram

Este blog foi criado em 2008 por este que vos escreve com o objetivo de servir como um laboratório de ideias de – naquele momento – um proto-jornalista. Por duas vezes este blog foi ‘desativado’ por razões corriqueiras da vida, sendo a última por longos cinco anos até o presente momento.

Aquele proto-jornalista cheio de esperanças e ideologias já se formou e à época, viu que a realidade é completamente diferente do mundo das ideias. Ao contrário do senso comum, deixou tudo o que não tinha para trás e foi viver a vida. Percorreu por terras exóticas, viveu experiências do outro lado do mundo, e hoje mora em Montevideo, Uruguai.

Não há queixas dos últimos anos, apesar de 2014 ter sido pesado demais. Especialmente o inverno com o seu frio e seus dias gris. Que deixa tudo gris, até o mais feliz dos viventes. O frio que nos presenteia com uma melâncolia, uma nostalgia, uma agonia…

Por sorte o inverno dura três meses e logo vem a primavera, abençoada com o abrir das flores e que chega ao som de tambores de Candombe, avisando que chegou a hora de direcionar a vida para o rumo desejado.

Após todas as tormentas passadas, o sol brilhou por muitos dias seguidos, e apesar de ser inverno novamente, o estado de espírito é outro. Um muito melhor. E é neste astral que eu dou o reinício aos trabalhos deste blog, buscando utilizá-lo como uma alternativa a ditadura Facebookiana, onde todos acreditam que aquela página é o muro das lamentações.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: