No trem

Lá estava eu, sentado no chão de uma das portas do último vagão do trem, atrasado para variar, ao som de qualquer coisa que costuma tocar no meu mp3 e bebâdo de sono, como de praxe.

O coletivo lotado me impedia de observar o que acontecia a cinco metros de mim.

Entre uma cochilada e outra, ao cruzar as estações, procurava ver se não vagava um lugar para eu sentar.

Eis então que no meio daquela longa e rotineira viagem, as pessoas como boaiada, desembarcam e eu encontro a minha distração.

Como quem acaba de entrar em um sonho bom, eu observava aqueles pézinhos, que mais pareciam duas bisnaguinhas – diga-se de passagem – naqueles sapatos de tirinhas, deixando a mostra os perfeitos dedos, e um salto de uns 8 cm.

Meus olhos, que nem ousavam piscar seguiram subindo por aquelas pernas lisas, onde uma correntinha prateada adornava o tornozelo esquerdo.

Eu estava embriagado, drogado, sonhando. Não sabia se aquilo era real ou fruto da minha imaginação. Aquelas pernas me ludibriavam, me tirando do mundo real e me transportando a um novo mundo delirante.

Era visível a minha idiotice por aquelas pernas… quando cheguei nos joelhos, eles pareciam que diziam: “veeem”.  Foi quando eu voltei a minha sanidade e tentei domar os meus impulsos.

Me fiz de louco e fechei os olhos, como se eu tivesse voltado a dormir. Mas aquela imagem não saia da minha cabeça. Quando abri os olhos novamente, ela já estava de pé, na porta a frente, esperando chegar sua estação para descer.

Em uma questão de segundo, eu, naquele estilo matinal de pesudo-jornalista-hippie de esquerda com sono, queimava por dentro logo cedo da manhã contemplando aquelas pernas…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: