Grêmio vai a Floripa a passeio

Grêmio, na noite da última quarta-feira, 24, foi a Floripa jogar a 14ª rodada do campeonato brasileiro, contra o Figueirense. Motivos para achar que o jogo seria ruim não faltavam.

Luiz Zini, Colunista e blogueiro da RBS, além de colorado, viu motivos até demais. Em seu blog, minutos antes da partida, Zini levantou as seguintes questões:

Cinco questões tricolores que o Figueirense pode responder mais adiante:

1) Como a defesa vai se portar sem Léo e Réver, dois dos jogadores mais regulares da equipe na temporada?

2) Marcel é o cara, o goleador, mesmo para um jogo (teoricamente) de contra-ataque?

3) Como será o comportamento do coletivo num jogo em Florianópolis, onde o Tricolor costume patinar do começo ao fim?

4) Como será o esquema de Celso Roth quando está em jogo a liderança do Brasileirão?

5) Pico é o mesmo o melhor jogador para o lado esquerdo?

Após o jogo, eu gostaria de ver a cara do blogueiro colorado, que errou nas contas ao fazer cinco questões sobre o tricolor e não sete. Além disso, teve muito bem suas respostas respondidas, onde o Grêmio mostrou porque tem a melhor defesa do campeonato, e o segundo melhor ataque, onde tem um gol a menos que Flamengo.

Marcel até marcou e vem mostrando vontade em manter seu lugar de titular, mas o show (finalmente) foi de Perea, que não marcava já fazia algum tempo. Por falar em Perea, foi uma surpresa para todos nós, ve-lo em campo, depois de todos os jornais o colocarem como duvida para a partida de ontem.

Eu, pessoalmente, não estava muito feliz com a “surpresa” de Roth, afinal, Perea vem desapontando já faz algum tempinho. Para ser honesto, eu nunca desacreditei no seu potencial, mas chega uma hora que cansa ver um atacante errar TANTOS gols e dividir bolas com zagueiros como se fosse uma bailarina.

Mas assumo, tomei nos dedos. Perea mostrou que quando quer, sabe fazer gol. Assim como foi contra o Botafogo, a oito rodadas atrás, onde também marcou três gols.

Já a terceira e quarta questões, acho que nem precisam ser respondidas, né? Roth manteve a mesma estratégia do jogo contra o Cruzeiro, sábado passado, e mostrou que o time está bem articulado, se encontrando dentro de campo, fazendo jus a posição em que se encontra. (Ao fim do jogo, Zini devia estar se remoendo, ao ver que o “time que patina do começo ao fim”, demonstrou superioridade e um coletivo muito bem estruturado).

E não é por menos. Os números não mentem. Ao longo do ano, Grêmio jogou 37 partidas, venceu 25, empatou oito e só perdeu apenas quatro, uma performance de fazer inveja. No brasileiro foram 14 partidas, oito vitórias, quatro empates e duas derrotas.

Sobre Anderson Pico, ele até que ficou meio apagado, afinal, o esquema defensivo pouco trabalhou.

Além de todos as questões trazidas por Zini, que não acreditava na vitória do Grêmio, o tricolor tinha mais um desafio: Nos últimos oito confrontos entre as duas equipes, os catarinenses venceram seis jogos, empataram um e perderam apenas um.

Me pareceu uma ótima maneira de ARRANCAR essa touca de vez!

Quem esperava ver uma partida até monotona, se surpreendeu com o baile tricolor que foi a Florianopolis jogar futebol, mas só passeou pela capital.

2 respostas para Grêmio vai a Floripa a passeio

  1. disse:

    Tá eu sou vou comenta pq sou uma pessoa muito legal. Ok??? Com um texto sobre esse time, não da pra querer =//
    aiushaishahsoahshaushauhsuish
    Beijos, my friend!

  2. Gabi disse:

    Bah! Não dá pra quere esse postzinho aí.

    Adoro tu!!!
    Bjoo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: